Reeducando do regime semiaberto é executado com vários tiros ao sair de sistema prisional

Mais um homicídio foi registrado para os índices de criminalidade na capital. O reeducando Deuzivan Alves, 26 anos, mais conhecido no mundo do crime por “mamute” foi executado com vários tiros na manhã desta quinta-feira, 28. O crime aconteceu na BR 364, em frente à Fundação Hospitalar em Rio Branco.

Segundo informações, era por volta das 6h quando a vítima saiu da unidade UP-4 (semiaberto) e seguiu a pé até a via, ao parar em uma banca para tomar café, dois homens não identificado em uma motocicleta o abordou e o garupa de posse de uma arma de fogo começou a efetuar vários tiros contra o reeducando que mesmo ferido ainda conseguiu correr cerca de 30 metros e caiu, os tiros pegaram na região do tórax e na cabeça. Em seguida os acusados se evadiram do local tomando rumo ignorado.

Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas ao chegar ao local nada pode fazer por Deuzivan, pois se encontrava sem vida.

Homicidio 2

Policiais Militares do 4º Batalhão estiveram no local, isolaram a área para os trabalhos dos peritos em criminalística, em seguida colheram informações e saíram em busca dos acusados. A polícia não descarta a possibilidade do crime ter sido um acerto de conta, já que que “mamute” saia do sistema prisional.

O corpo do reeducando foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os devidos procedimentos. Deuzivan cumpria pena pelo crime de roubo, por assaltar um po

Deixe seu comentário: